Traqueostomia

Traqueostomia é um dos recursos que podem ser realizados para facilitar a chegada de ar aos pulmões. Realiza-se uma incisão na região cervical (pescoço) e uma pequena abertura é feita na traqueia. Neste local, é introduzida uma cânula traqueal.

Elas são geralmente realizadas em pessoas que apresentam insuficiência respiratória (falta de ar intensa) e que, por algum motivo, não podem ser intubadas ou já estão intubadas por um período de 10 ou mais dias. Isso geralmente ocorre em pessoas que estão em UTI, com quadro de pneumonia grave. Após o tratamento da doença de base a traqueostomia deve ser retirada e a área cicatrizará. Em 3 a 7% dos pacientes pode ocorrer uma malácia ou estenose ou fístula traqueoesofágica.

Em emergências a traqueostomia deve ser indicada somente quando todas as outras possibilidades de manter as vias aéreas livres forem esgotadas. Nesse caso deverá ser executada pelo médico que estiver no local.